sicnot

Perfil

País

Mais de 20 homens ainda no rescaldo do incêndio em armazém de enxofre

LUSA

Mais de 20 homens e 11 veículos permanecem no armazém da Sapec Agro, em Mitrena (Setúbal), que ardeu na quarta-feira, um incêndio que obrigou as populações de algumas localidades a ficar em casa devido à poluição do ar.

Segundo o Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS), o incêndio está dado como dominado, desde terça-feira, mas no local permanecem ainda em operações de rescaldo elementos dos bombeiros de Palmela, dos Sapadores de Setúbal e da GNR.

O incêndio, que deflagrou cerca das 03:00 de terça-feira num armazém de produtos de enxofre, um produto abrasivo e tóxico, provocou ferimentos ligeiros em seis bombeiros.

A poluição do ar obrigou as autoridades a aconselhar as populações das freguesias de Praias do Sado e Faralhão e, mais tarde, da freguesia de Gambia, Pontes e Alto da Guerra a ficarem em casa.

A qualidade do ar na zona de influência do incêndio acabou por ficar restabelecida na noite de terça-feira, segundo a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que explicou que o fogo fez libertar para a atmosfera dióxido de enxofre.

O poluente foi "monitorizado em contínuo através das estações de qualidade do ar existentes no território nacional", explicou a APA num comunicado emitido na noite de terça-feira, acrescentando que devido aos ventos a nuvem poluente foi arrastada para norte, atravessou a Reserva Natural do Estuário do Sado e atingiu a zona de Vila Franca de Xira.

Em Vila Franca, na estação de Alverca, registaram-se entre as 08:00 e as 12:00, valores elevados de concentração de dióxido de enxofre, com um pico às 11:00.

Fonte da Direção-Geral da Saúde tinha sito à agência Lusa que até meio da manhã de terça-feira os valores registados não tinham excedido os de referência.

A APA estima que os níveis elevados de dióxido de enxofre na proximidade da fábrica tenham acontecido durante a noite de segunda-para terça-feira (o incêndio deu-se às 03:00), o que terá diminuído a exposição das pessoas ao poluente. Garante também que desde as 14:00 os valores observados nas estações fixas de qualidade do ar "decresceram significativamente, encontrando-se a situação controlada".

  • Incêndio em Setúbal obrigou ao encerramento de várias escolas
    2:56

    País

    Seis pessoas ficaram feridas esta terça-feira durante o combate às chamas numa fábrica de adubos em Setúbal. Por causa do fumo tóxico, as escolas foram encerradas e a Proteção Civil pediu às pessoas das aldeias mais próximas para que não saíssem de casa. A Direção-Geral de Saúde confirmou mais tarde que o fumo que saía dos escombros já não representava perigo para a saúde humana.

  • Fumo tóxico obrigou a populações da zona de Setúbal a ficar em casa
    2:17

    País

    Habitantes de Praias do Sado e Faranhão foram aconselhados a ficar em casa e a calafetarem portas e janelas devido ao fumo tóxico do incêndio na fábrica de Setúbal. Jardins de infância e pelo menos quatro escolas primárias da freguesia do Sado foram encerradas. Também no Politécnico de Setúbal as aulas foram interrompidas.

  • Armazém da Sapec totalmente destruído pelo fogo
    2:41

    País

    Seis pessoas ficaram feridas durante o combate às chamas na fábrica da Sapec Agro em Setúbal. Por causa do fumo tóxico, as escolas foram encerradas e a Proteção Civil pediu às pessoas das localidades mais próximas para que não saíssem de casa.

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.