sicnot

Perfil

País

"Não há risco para a saúde humana" em Setúbal mas autoridades admitem mais casos

"Não há risco para a saúde humana" em Setúbal mas autoridades admitem mais casos

Vinte pessoas, incluindo 4 crianças e 10 bombeiros, sofreram lesões devido ao dióxido de enxofre libertado no incêndio de um armazém em Setúbal. Uma criança continua hospitalizada. As autoridades admitem que possam surgir mais casos, mas garantem que o perigo maior já passou.

  • Escolas de Setúbal reabrem portas na sexta-feira

    País

    As escolas do concelho de Setúbal reabrem sexta-feira, depois do encerramento durante esta quinta-feira devido à poluição provocado pelo incêndio nos armazéns de enxofre da Sapec, na Mitrena, anunciou a Câmara Municipal.

  • Faralhão vive clima de medo
    3:05

    País

    Está extinto o incêndio que deflagrou na madrugada de terça-feira nos armazéns de enxofre da Sapec Agro, na Mitrena em Setúbal. A Direção-Geral da Saúde falou em riscos para a saúde pública o que levou a Câmara de Setúbal a encerrar escolas e a aconselhar a população a não permanecer na rua e a evitar fazer esforços ao ar livre. Na localidade mais próxima da fábrica, vive-se um clima de medo e as máscaras de proteção desapareceram da drogaria

  • Nuvem de enxofre esgota máscaras em Setúbal
    3:55

    País

    A SIC esteve esta manhã no Faralhão, localidade próxima da fábrica da Sapec, onde a população está a cumprir os avisos da Direção-Geral de Saúde. Alguns residentes queixam-se do cheiro e de alguns sintomas físicos relacionados com níveis elevados de dióxido de enxofre.

  • "Neste momento não há emissão de dióxido de enxofre para a atmosfera"
    1:01

    País

    O presidente do INEM, Luis Meira, anunciou hoje que 20 pessoas foram afetadas, incluindo crianças, pela nuvem de enxofre causada pelo incêndio num armazém em Setúbal. A Direção Geral de Saúde garante que os niveis de dioxido de enxofre já estão muito abaixo dos limites legalmente estabelecidos e que não constituem agora qualquer risco para as pessoas. 

  • Ministério Público abre inquérito ao incêndio da SAPEC
    2:13

    País

    O Ministério Público abriu um inquérito para averiguar eventuais responsabilidades criminais no incêndio da fábrica da SAPEC, em Setúbal. A nuvem de enxofre continua a ser uma ameaça e uma preocupação para as autoridades de saúde, que recomendam que crianças, idosos e doentes respiratórios fiquem em casa - e que os eventos desportivos realizados ao ar livre sejam suspensos.

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59