sicnot

Perfil

País

"Não há risco para a saúde humana" em Setúbal mas autoridades admitem mais casos

"Não há risco para a saúde humana" em Setúbal mas autoridades admitem mais casos

Vinte pessoas, incluindo 4 crianças e 10 bombeiros, sofreram lesões devido ao dióxido de enxofre libertado no incêndio de um armazém em Setúbal. Uma criança continua hospitalizada. As autoridades admitem que possam surgir mais casos, mas garantem que o perigo maior já passou.

  • Escolas de Setúbal reabrem portas na sexta-feira

    País

    As escolas do concelho de Setúbal reabrem sexta-feira, depois do encerramento durante esta quinta-feira devido à poluição provocado pelo incêndio nos armazéns de enxofre da Sapec, na Mitrena, anunciou a Câmara Municipal.

  • Faralhão vive clima de medo
    3:05

    País

    Está extinto o incêndio que deflagrou na madrugada de terça-feira nos armazéns de enxofre da Sapec Agro, na Mitrena em Setúbal. A Direção-Geral da Saúde falou em riscos para a saúde pública o que levou a Câmara de Setúbal a encerrar escolas e a aconselhar a população a não permanecer na rua e a evitar fazer esforços ao ar livre. Na localidade mais próxima da fábrica, vive-se um clima de medo e as máscaras de proteção desapareceram da drogaria

  • Nuvem de enxofre esgota máscaras em Setúbal
    3:55

    País

    A SIC esteve esta manhã no Faralhão, localidade próxima da fábrica da Sapec, onde a população está a cumprir os avisos da Direção-Geral de Saúde. Alguns residentes queixam-se do cheiro e de alguns sintomas físicos relacionados com níveis elevados de dióxido de enxofre.

  • "Neste momento não há emissão de dióxido de enxofre para a atmosfera"
    1:01

    País

    O presidente do INEM, Luis Meira, anunciou hoje que 20 pessoas foram afetadas, incluindo crianças, pela nuvem de enxofre causada pelo incêndio num armazém em Setúbal. A Direção Geral de Saúde garante que os niveis de dioxido de enxofre já estão muito abaixo dos limites legalmente estabelecidos e que não constituem agora qualquer risco para as pessoas. 

  • Ministério Público abre inquérito ao incêndio da SAPEC
    2:13

    País

    O Ministério Público abriu um inquérito para averiguar eventuais responsabilidades criminais no incêndio da fábrica da SAPEC, em Setúbal. A nuvem de enxofre continua a ser uma ameaça e uma preocupação para as autoridades de saúde, que recomendam que crianças, idosos e doentes respiratórios fiquem em casa - e que os eventos desportivos realizados ao ar livre sejam suspensos.

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13
  • Criança irrequieta domina noticiário britânico
    1:19