sicnot

Perfil

País

Câmara quer saber como os lisboetas aproveitam os espaços verdes

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

A Câmara de Lisboa está a promover, até 21 de abril, um inquérito online sobre os espaços verdes da cidade, pretendendo saber quais são mais utilizados e o que leva os munícipes a estes locais.

"Este inquérito visa recolher informação sobre os espaços verdes mais frequentados e (...) saber a opinião e preferência dos utentes e a razão dessa escolha, identificando as áreas reconhecidas como as mais valiosas ao nível da biodiversidade e de riqueza cultural", explica a autarquia numa nota publicada no seu site.

O Inquérito sobre os espaços verdes de Lisboa está a ser feito em colaboração com a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e insere-se no Plano de Ação Local para a Biodiversidade 2020 do município.

Esse plano de ação local visa, entre outros objetivos, aumentar a biodiversidade no concelho em 20% até 2020, através da ampliação da área de espaços verdes públicos, do número de bacias de retenção e de infiltração e da instalação de hortas urbanas.

O inquérito enquadra-se também no projeto europeu Green Surge, que tem o intuito de identificar e criar formas de ligar os espaços verdes e a biodiversidade, de forma a responder a questões como as alterações climáticas ou demográficas.

Solicitando a participação dos munícipes, a autarquia ressalva que "os dados recolhidos são confidenciais e usados para a investigação em curso, podendo também ser fonte de informação no planeamento e gestão dos espaços verdes da cidade".

O preenchimento tem uma duração aproximada de 10 minutos.

Em algumas das questões, a resposta é dada com o auxílio de um mapa, através do qual o inquirido identifica espaços verdes que frequenta em Lisboa.

Depois, surgem questões como o que atrai os inquiridos àquele espaço e como se sentem quando lá estão - entre sentir-se muito bem sempre que visita esse espaço ou sentir-se mal ou desconfortável.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57