sicnot

Perfil

País

Câmara quer saber como os lisboetas aproveitam os espaços verdes

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

A Câmara de Lisboa está a promover, até 21 de abril, um inquérito online sobre os espaços verdes da cidade, pretendendo saber quais são mais utilizados e o que leva os munícipes a estes locais.

"Este inquérito visa recolher informação sobre os espaços verdes mais frequentados e (...) saber a opinião e preferência dos utentes e a razão dessa escolha, identificando as áreas reconhecidas como as mais valiosas ao nível da biodiversidade e de riqueza cultural", explica a autarquia numa nota publicada no seu site.

O Inquérito sobre os espaços verdes de Lisboa está a ser feito em colaboração com a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e insere-se no Plano de Ação Local para a Biodiversidade 2020 do município.

Esse plano de ação local visa, entre outros objetivos, aumentar a biodiversidade no concelho em 20% até 2020, através da ampliação da área de espaços verdes públicos, do número de bacias de retenção e de infiltração e da instalação de hortas urbanas.

O inquérito enquadra-se também no projeto europeu Green Surge, que tem o intuito de identificar e criar formas de ligar os espaços verdes e a biodiversidade, de forma a responder a questões como as alterações climáticas ou demográficas.

Solicitando a participação dos munícipes, a autarquia ressalva que "os dados recolhidos são confidenciais e usados para a investigação em curso, podendo também ser fonte de informação no planeamento e gestão dos espaços verdes da cidade".

O preenchimento tem uma duração aproximada de 10 minutos.

Em algumas das questões, a resposta é dada com o auxílio de um mapa, através do qual o inquirido identifica espaços verdes que frequenta em Lisboa.

Depois, surgem questões como o que atrai os inquiridos àquele espaço e como se sentem quando lá estão - entre sentir-se muito bem sempre que visita esse espaço ou sentir-se mal ou desconfortável.

Lusa

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.