sicnot

Perfil

País

Câmara quer saber como os lisboetas aproveitam os espaços verdes

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

A Câmara de Lisboa está a promover, até 21 de abril, um inquérito online sobre os espaços verdes da cidade, pretendendo saber quais são mais utilizados e o que leva os munícipes a estes locais.

"Este inquérito visa recolher informação sobre os espaços verdes mais frequentados e (...) saber a opinião e preferência dos utentes e a razão dessa escolha, identificando as áreas reconhecidas como as mais valiosas ao nível da biodiversidade e de riqueza cultural", explica a autarquia numa nota publicada no seu site.

O Inquérito sobre os espaços verdes de Lisboa está a ser feito em colaboração com a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e insere-se no Plano de Ação Local para a Biodiversidade 2020 do município.

Esse plano de ação local visa, entre outros objetivos, aumentar a biodiversidade no concelho em 20% até 2020, através da ampliação da área de espaços verdes públicos, do número de bacias de retenção e de infiltração e da instalação de hortas urbanas.

O inquérito enquadra-se também no projeto europeu Green Surge, que tem o intuito de identificar e criar formas de ligar os espaços verdes e a biodiversidade, de forma a responder a questões como as alterações climáticas ou demográficas.

Solicitando a participação dos munícipes, a autarquia ressalva que "os dados recolhidos são confidenciais e usados para a investigação em curso, podendo também ser fonte de informação no planeamento e gestão dos espaços verdes da cidade".

O preenchimento tem uma duração aproximada de 10 minutos.

Em algumas das questões, a resposta é dada com o auxílio de um mapa, através do qual o inquirido identifica espaços verdes que frequenta em Lisboa.

Depois, surgem questões como o que atrai os inquiridos àquele espaço e como se sentem quando lá estão - entre sentir-se muito bem sempre que visita esse espaço ou sentir-se mal ou desconfortável.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.