sicnot

Perfil

País

Família do universitário morto no Porto quer reabrir o caso após novos factos

Família do universitário morto no Porto quer reabrir o caso após novos factos

A família do estudante universitário que morreu depois de uma desavença perto da Faculdade de Engenharia no Porto quer reabrir o caso. O Ministério Público arquivou o processo porque considerou que a morte de Joel Rafael foi acidental. Contudo, os familiares dizem que as imagens de videovigilância revelam factos novos.

  • Morte de estudante no Porto foi acidental
    1:31

    País

    Afinal a morte do estudante de 20 anos junto à Faculdade de Engenharia do Porto foi acidental. Fonte da Polícia Judiciária disse à SIC que o jovem morreu com um traumatismo craniano, provocado por uma queda involuntária, durante um conflito entre universitários, nesta madrugada. Uma amiga terá empurrado a vítima involuntariamente na tentativa de acalmar os estudantes.

  • Estudante assassinado no parque de estacionamento da FEUP
    1:43

    País

    Um estudante de 20 anos foi brutalmente assassinado, esta madrugada, junto à Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. O jovem terá sido espancado até à morte por um grupo de quatro indivíduos, no parque de estacionamento. Ainda foi transportado para o Hospital de São João, mas não resistiu aos ferimentos.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.