sicnot

Perfil

País

Comer um pastel ou um bolo a meio da manhã é uma rotina que muitos não dispensam

Comer um pastel ou um bolo a meio da manhã é uma rotina que muitos não dispensam

Os snacks pela manhã, as carnes vermelhas às refeições e os abusos no sal e no açúcar são uma realidade entre os portugueses. Ainda assim, vai-se notando também uma maior sensibilidade para as questões da alimentação. Sobretudo quando começam a surgir problemas de saúde.

  • Os excessos dos portugueses à mesa
    2:13

    País

    3,5 milhões comem carne a mais. Também se está a ingerir açúcar e sal em excesso. Mais de metade são obesos ou têm pré-obesidade. São surpreendentes os resultados de um estudo sobre os hábitos alimentares dos portugueses. 

  • Somos (mesmo) o que comemos

    País

    Sabe quanto açúcar e quanto sal põe, diariamente, no prato dos seus filhos? Hoje relembramos a Grande Reportagem "Somos o que comemos", em formato interativo e muitos extras.

  • 7,8 milhões de portugueses consomem muito sal

    País

    Cerca de 3,5 milhões de mulheres (65,5%) e 4,3 milhões de homens (85,9%) em Portugal apresentam uma ingestão de sal acima do nível tolerado, segundo indica o Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física (IAN-AF), apresentado hoje no Porto.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Dominado incêncio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo
    1:55

    País

    O fogo na Tratolixo, em Trajouce, deflagrou esta segunda-feira à noite. As chamas foram controladas a meio da manhã pelos bombeiros. No local estão 133 operacionais, apoiados por 51 veículos. O fogo não fez vítimas nem danos materiais. O vento dificultou o combate às chamas.

  • Duas execuções no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.