sicnot

Perfil

País

Marcelo vai a três ilhas de Cabo Verde e faz visita inédita ao Senegal em abril

O Presidente da República vai visitar três ilhas de Cabo Verde, de 8 a 12 de abril, seguindo depois para uma visita de Estado inédita ao Senegal, entre 12 e 13 do mesmo mês.

Estas duas visitas de Estado foram aprovadas pela Assembleia da República no início deste mês.Segundo uma nota hoje divulgada pela Presidência da República, a visita de Marcelo Rebelo de Sousa a Cabo Verde realiza-se a convite do seu homólogo, Jorge Carlos Fonseca, e "tem lugar precisamente sete anos depois da última visita de Estado a este país", devendo o chefe de Estado "visitar as ilhas de Santiago, São Vicente e Fogo".

"Trata-se de uma visita com uma forte componente político-diplomática", em que será "dado particular relevo às componentes educativa e da investigação académica, áreas em que os dois países têm apostado fortemente no âmbito do seu relacionamento bilateral", e também estarão na agenda "as vertentes económica e de cooperação na área da defesa".

Quanto ao Senegal, a nota hoje divulgada refere que "a visita de Estado a convite do Presidente Macky Sall é considerada uma visita histórica, uma vez que se trata da primeira deslocação de um Presidente da República portuguesa àquele país da costa ocidental africana".

No mesmo comunicado, lê-se que "O Presidente da República visitará Dakar e a ilha de Gorée, local onde os portugueses chegaram no século XV, pretendendo simbolizar a relação histórica entre os dois países, mas também o potencial de crescimento existente em diversos domínios, começando desde logo pelo ensino da língua e cultura portuguesas".

A Presidência da República salienta que "no Senegal existem 46 mil alunos de português" e adianta que "os domínios político-institucional, cultural e económico farão igualmente parte do intenso programa desta visita de Estado".Desde que tomou posse, em março do ano passado, Marcelo Rebelo de Sousa realizou três visitas de Estado, a Moçambique, à Suíça e a Cuba.

Na agenda deste ano, estão também previstas visitas de Estado à Croácia e ao Luxemburgo, em maio.

Lusa

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.