sicnot

Perfil

País

Pólenes com níveis muito elevados esta semana

(AP/Arquivo)

Darko Vojinovic

Os pólenes vão estar com níveis muito elevados, nos próximos dias, em todas as regiões de Portugal continental, de acordo com o primeiro Boletim Polínico da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC) divulgado hoje.

Entre hoje e sexta-feira, os níveis de pólenes vão estar elevados em várias regiões do continente, adianta a SPAIC, que vai divulgar um Boletim Polínico todas as semanas e durante a primavera, estação propícia a alergias, que começa hoje.

De acordo com a SPAIC, os pólenes predominantes em Portugal continental serão das árvores pinheiro, plátano, cipreste e carvalhos e das ervas urtiga e parietária.
Em Lisboa (região de Lisboa e Setúbal), os pólenes encontram-se em níveis muito elevados, com predomínio dos pólenes das árvores plátano, pinheiro, cipreste e carvalhos e das ervas urtiga e parietária.

No Porto (região de Entre Douro e Minho), os pólenes encontram-se em níveis elevados, com predomínio dos pólenes das árvores cipreste e pinheiro e da erva urtiga.

A SPAIC adianta também que no Funchal (região autónoma da Madeira), os pólenes encontram-se em níveis baixos, com destaque para os pólenes de cipreste e erva parietária.

Em Ponta Delgada (região autónoma dos Açores), os pólenes encontram-se em níveis moderados, com predomínio dos pólenes das árvores pinheiro, plátano e cipreste e da erva urtiga.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.