sicnot

Perfil

País

PJ detém suspeitos de assalto a carrinha de valores e homicídio em Sintra

O assalto aconteceu junto a um hipermercado.

M\303\201RIO CRUZ

Foram detidos os suspeitos do assalto à mão armada a uma carrinha de valores em Lourel, Sintra, em fevereiro do ano passado. Durante a fuga, os assaltantes dispararam para fazer parar um carro e mataram o condutor.

Última atualzação às 11:05

O assalto aconteceu junto a um hipermercado, no dia 28 de fevereiro de 2016. O grupo travou o caminho à carrinha de valores e disparou sobre o veículo.

Na fuga, o carro onde seguiam despistou-se e, para continuarem a fugir, tentaram o carkacking. A vítima mortal seguia então com a família. O homem ainda conseguiu levar o carro até junto às portagens da A16, mas acabou por morrer.

Os suspeitos estavam há mais de um ano a ser procurados pela Unidade Nacional contra o Terrorismo, da Polícia Judiciária.

Em comunicado, a PJ explica que identificou e deteve agora "três dos presumíveis integrantes de uma associação criminosa, à qual se imputa a autoria de um crime de homicídio, bem como de um crime de roubo qualificado".

A polícia tinha já detido "um dos autores dos factos, através do cumprimento de um Mandado de Detenção Europeu, encontrando-se outros dois dos suspeitos já devidamente identificados e detidos à ordem de outros inquéritos".

Agora "fica integralmente identificada a composição da estrutura criminosa".

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".