sicnot

Perfil

País

Morreram as duas crianças que desapareceram no Rio Vouga

Uma menina de 14 anos e um menino de 11 morreram este domingo depois de terem desaparecido no rio Vouga, em Águeda. A menina ainda foi resgatada inconsciente e transportada para o Hospital de Aveiro em manobras de reanimação, mas acabou por não resistir. O irmão foi encontrado já sem vida.

Em declarações à SIC no local, Jorge Almeida explicou que o menino "foi encontrado agora mesmo sem vida".

A irmã mais velha, de 14 anos, fora antes resgatada inconsciente e transportada para o Hospital de Aveiro, com prognóstico "muito reservado", mas acabou por morrer no hospital.

Segundo Jorge Almeida, que se encontrava no local onde as crianças desapareceram, junto à ponte de Sernada, Macinhata do Vouga, Águeda, a menina terá entrado na água para ajudar o irmão mais novo, que estaria em dificuldades.

De acordo com o responsável, a família das crianças é de Santa Maria da Feira e, depois de almoçar em Aveiro, terá ido em passeio até à beira-rio, em Águeda.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro disse à agência Lusa que o alerta foi dado pelas 14:30.

De acordo com os bombeiros de Águeda, o local onde as crianças tomavam banho não está classificado como praia fluvial, mas é uma zona do rio Vouga que, pelas condições que apresenta, é por alguns frequentada como tal.

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.