sicnot

Perfil

País

Morreram as duas crianças que desapareceram no Rio Vouga

Uma menina de 14 anos e um menino de 11 morreram este domingo depois de terem desaparecido no rio Vouga, em Águeda. A menina ainda foi resgatada inconsciente e transportada para o Hospital de Aveiro em manobras de reanimação, mas acabou por não resistir. O irmão foi encontrado já sem vida.

Em declarações à SIC no local, Jorge Almeida explicou que o menino "foi encontrado agora mesmo sem vida".

A irmã mais velha, de 14 anos, fora antes resgatada inconsciente e transportada para o Hospital de Aveiro, com prognóstico "muito reservado", mas acabou por morrer no hospital.

Segundo Jorge Almeida, que se encontrava no local onde as crianças desapareceram, junto à ponte de Sernada, Macinhata do Vouga, Águeda, a menina terá entrado na água para ajudar o irmão mais novo, que estaria em dificuldades.

De acordo com o responsável, a família das crianças é de Santa Maria da Feira e, depois de almoçar em Aveiro, terá ido em passeio até à beira-rio, em Águeda.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro disse à agência Lusa que o alerta foi dado pelas 14:30.

De acordo com os bombeiros de Águeda, o local onde as crianças tomavam banho não está classificado como praia fluvial, mas é uma zona do rio Vouga que, pelas condições que apresenta, é por alguns frequentada como tal.

  • "Desisto com muita dificuldade, só abandono a liderança se houver rebelião"
    2:39
  • Como um tweet de Kylie Jenner levou à queda das ações do Snapchat

    Economia

    As ações da Snap Inc., empresa que gere o Snapchat, fecharam a cair 6% na bolsa de Wall Street, esta quinta-feira, depois de Kylie Jenner ter anunciado que tinha deixado de usar a aplicação. A celebridade norte-americana tem mais de 24 milhões de seguidores e é considerada uma das utilizadoras mais influentes do Snapchat.

  • Arqueólogos anunciam descoberta de selo com assinatura do profeta Isaías

    Mundo

    Arqueólogos israelitas afirmam ter descoberto a marca de um selo num pedaço de argila que exibe o que consideram ser a assinatura do profeta bíblico Isaías, a quem se atribui a autoria de um livro do Antigo Testamento e de vários excertos do Novo Testamento. O achado arqueológico agora divulgado poderá ser a primeira prova da existência do profeta Isaías até agora encontrada. A descoberta aconteceu em Jerusalém, próximo do local onde foi encontrada um outro selo com a impressão da assinatura do rei Ezequias de Judá.

  • Substituiria o seu café por bolotas?

    País

    Investigadores da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto (FFUP) desenvolveram um produto à base de bolotas para substituir o café, de forma a evitar os efeitos negativos que esta bebida pode ter nos consumidores.

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00