sicnot

Perfil

País

Entidades ligadas ao património ouvidas hoje no parlamento sobre gravuras do Côa

SIC

Várias entidades ligadas ao património e a comissão de trabalhadores da Fundação Côa Parque vão ser, hoje, ouvidas no parlamento sobre o ato de vandalismo, ocorrido em abril passado, contra uma gravura do Parque Arqueológico do Vale do Côa.

A Associação dos Arqueólogos Portugueses, o ICOM-Portugal - Comissão Portuguesa da Comissão Internacional de Museus, o ICOMOS-Portugal - Comissão Nacional Portuguesa do Conselho Internacional de Monumentos e Sítios e a Comissão de Trabalhadores da Fundação Côa Parque vão ser ouvidos, a partir das 10:00, na Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto.

A audição sobre o ato de vandalismo, cometido sobre a "Rocha 2 de Piscos", e a situação da Fundação Côa Parque é realizada no âmbito do requerimento apresentado pelo grupo parlamentar do PCP.

Na última semana, o ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, revelou, no parlamento, que a proteção das gravuras do Parque Arqueológico do Vale do Côa (PAVC) deverá passar pela instalação de um sistema de videovigilância e por um maior envolvimento da comunidade local.

Duas pessoas foram identificadas e constituídas arguidas, depois de terem confessado a autoria dos desenhos que danificaram o Painel Central de Arte Rupestre da Ribeira de Piscos, pertencente ao PAVC.

Vulgarmente conhecido pela representação do "Homem de Piscos", feito há cerca de 15 mil anos, o painel com as gravuras está classificado como monumento nacional e como património mundial pela UNESCO.

Castro Mendes falou na "necessidade de a comunidade sentir como seu aquele património, sentir que é dela, que o deve defender".

O Parque Arqueológico e o Museu são geridos pela Fundação Côa Parque, criada em 2011, cujos estatutos foram alterados em abril para passar a incluir, entre os representantes, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O conselho consultivo da fundação passará a integrar, pela primeira vez, representantes da Associação dos Arqueólogos Portugueses.

Lusa

  • "Há uma grande diferença em relação à anterior liderança do PSD"
    14:29

    País

    O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, esteve esta quarta-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. As novas relações com o PSD e a reprogramação do Portugal 2020 foram alguns dos temas de conversa. Pedro Marques defende que existe "uma grande diferença" entre as lideranças de Passos Coelho e Rui Rio no PSD.

    Entrevista SIC Notícias

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC

  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.