sicnot

Perfil

País

Cadeia de Coimbra com espaço de visitas íntimas para reclusos

SIC

O diretor-geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP), Celso Manata, disse esta terça-feira em Coimbra que o Governo pretende criar espaços de visitas intimas para os reclusos em todo o território nacional.

"Vamos continuar nesse caminho e a próxima será Olhão e já há uma outra que vem a caminho para o Minho, que também não tem e que neste momento está em projeto", disse o responsável, após inaugurar o espaço de visitas íntimas do Estabelecimento Prisional de Coimbra.

Com seis quartos, com casa de banho privativa, a área hoje inaugurada destina-se aos reclusos que não têm saídas precárias, de forma a contribuir para "as relações de afetos entre os casais".

"É para pessoas que estão fechadas e que ainda não atingiram a fase do cumprimento da pena que lhes permita sair e, portanto, criamos estes espaços que visam promover a família, a relação familiar e os afetos", sublinhou o diretor-geral.

Os reclusos inscrevem-se e depois os serviços prisionais têm de confirmar a sua relação para ter direito a uma visita íntima de três horas por mês, com prioridade para os detidos com melhor comportamento.

Segundo Celso Manata, a DGRSP tem vindo a trabalhar no sentido de criar este tipo de espaços ao longo do território nacional, "no sentido de dotar todo o sistema prisional com setores de visitas íntimas, como está previsto na lei".

O diretor-geral participou ainda na cerimónia de encerramento do ano letivo 2016/17, com a presença do diretor-geral da delegada regional de Educação, Cristina Fernandes de Oliveira e do diretor do Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro, António Couceiro.

Lusa

  • Sabe onde fica a Nambia? Algures em África, segundo Trump

    Mundo

    "O sistema de saúde na Nambia é incrivelmente autossuficiente", declarou o Presidente dos Estados Unidos num discurso proferido num almoço com líderes africanos. No encontro, realizado esta quarta-feira à margem da 72.ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova Iorque, Donald Trump repetiu o erro. Os utilizadores das redes sociais não perdoaram mais este "lapso" do chefe de Estado norte-americano.

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03
  • Yoko Ono obriga limonada "John Lemon" a mudar de nome

    Cultura

    A viúva do Beatle John Lennon ameaçou processar uma empresa de bebidas polaca por causa da limonada "John Lemon". Yoko Ono não terá gostado do trocadilho entre Lennon e Lemon (limão, em inglês) e quer ver toda e qualquer garrafa com este rótulo retirada do mercado.

  • "Não é possível fazer tudo ao mesmo tempo"
    0:39

    Orçamento do Estado 2018

    O deputado e economista do PS Paulo Trigo Pereira defende que o desagravamento fiscal que o Governo quer pôr em marcha é "moderado". Em entrevista ao Público e à Renascença, o socialista diz que é preciso realismo e que é uma "alquimia" mexer ao mesmo tempo nas carreiras, pensões e rendimentos dos trabalhadores.

  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15