sicnot

Perfil

País

PAN propõe reforço de arborização com espécies autóctones

O partido Pessoas, Animais e Natureza (PAN) propôs hoje que um terço da área de projetos de plantação de eucalipto seja dedicada à rearborização com espécies autóctones.

Na sua intervenção no debate do estado da Nação, no parlamento, André Silva fez a pergunta retórica ao primeiro-ministro, António Costa: "porque continuam as florestas a arder?"

A resposta deu-a de seguida, com a afirmação de que "a floresta não é uma prioridade" e lembrou a proposta de lei do Governo que "visa aumentar a produção de eucalipto, sem aumentar áreas é verdade, mas ocupando os terrenos mais férteis do país".

Em alternativa, o PAN propõe que "nos projetos de plantação de eucalipto, pelo menos 1/3 da área seja dedicada à rearborização" com espécies autóctones.

André Silva criticou a estratégia de passa-culpas, ouvindo "a esquerda dizer que os problemas do país são consequências das políticas da direita, e a direita a responder que até outubro de 2015 Portugal era um agradável jardim".

Na resposta, rápida e telegráfica, o primeiro-ministro, António Costa, rejeitou a leitura do PAN quanto à proposta florestal e admitiu abertura para discutir o assunto.

Lusa

  • Mosquito transmissor da dengue detetado em Portugal

    País

    Uma espécie de mosquito que é transmissor do vírus da dengue foi identificado pela primeira vez em Portugal, na região Norte do país, anunciou esta quarta-feira a Direção-geral da Saúde (DGS) e o Instituto Doutor Ricardo Jorge.

  • Marcelo não comenta proposta sobre nomeação do governador do BdP
    0:14

    Economia

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar a proposta do grupo de trabalho para a reforma da supervisão financeira, que recomenda que o governador do Banco de Portugal seja nomeado pelo Presidente da República. Marcelo não quis comentar o assunto esta quarta-feira durante a tomada de posse do Reitor da Universidade de Lisboa.

  • Habitantes da favela da Rocinha temem novo episódio violento
    2:54

    Mundo

    Localizada no Rio de Janeiro, a Rocinha, maior favela do Brasil, foi palco de um tiroteio entre traficantes, no último fim de semana. Agora, pelo terceiro dia consecutivo, a polícia do Rio de Janeiro está a fazer um cerco em algumas favelas cariocas à procura de traficantes. A comunidade está assustada e receia que episódios violentos como este se repitam.