sicnot

Perfil

País

CDS-PP defende que Costa evitou a "remodelação de que o país precisava"

M\303\201RIO CRUZ

O vice-presidente do CDS-PP Nuno Melo defendeu esta quinta-feira que o primeiro-ministro "foi forçado a uma remodelação" e apostou no "elo mais fraco", os secretários de Estado, evitando a "remodelação de que o país precisava".

"O primeiro-ministro não fez uma remodelação, foi forçado a uma remodelação, e apostou naqueles que, dentro do Governo, são necessariamente o elo mais fraco", afirmou Nuno Melo aos jornalistas, antes do jantar de lançamento da candidatura da líder do CDS à Câmara de Lisboa.

Reiterando o pedido de demissão dos ministros da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, e da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, Nuno Melo argumentou que António Costa "evitou a remodelação de que o país precisava, desde logo nas áreas de soberania, de Estado".

O dirigente centrista considerou que o chefe do executivo retirou secretários de Estado e "deixou ministros que tutelam áreas onde tudo falhou".

Nuno Melo insistiu que "tudo falhou na Administração Interna, com furtos há pouco tempo de pistolas de nove milímetros, seguido de uma tragédia em que, do SIRESP à Proteção Civil, com culpas passadas de um lado para o outro e uma ministra desautorizada" também a falha foi generalizada, referindo-se a Pedrogão Grande.

"Na Defesa, quando a Europa inteira se mobiliza com grande dificuldade no combate ao terrorismo, desaparecem de um quartel de um país ocidental, que é membro da NATO, granadas ofensivas, lança-granadas, explosivo plástico", afirmou, criticando o que considerou ter sido a desvalorização feita pelo primeiro-ministro daquele roubo.

Nuno Melo sublinhou que foi roubado em Tancos "material de guerra" que é "particularmente letal".

Questionado sobre os oito novos secretários de Estado e a criação de uma secretaria de Estado para a Habitação, o dirigente do CDS disse não querer fazer "avaliações por antecipação em secretarias de Estado já existentes ou criadas".

"Apesar de tudo, esperamos que o desempenho destes secretários de Estado tenha mais sucesso que os anteriores", declarou.

O Presidente da República nomeou esta quinta-feira, por proposta do primeiro-ministro, oito novos secretários de Estado que vão tomar posse na sexta-feira às 19:30, no Palácio de Belém, segundo uma nota divulgada no portal da Presidência da República.

Na maior mudança na composição do XXI Governo Constitucional desde a posse, que ocorreu em 26 de novembro de 2015, são alterados os titulares de sete secretarias de Estado de cinco ministérios e é ainda criada uma nova secretaria de Estado da Habitação, que será assumida pela arquiteta Ana Pinho.

Os novos secretários de Estado são Ana Paula Zacarias (Assuntos Europeus), Eurico Brilhante Dias (Internacionalização), Tiago Antunes (Presidência do Conselho de Ministros), Maria de Fátima Fonseca (Administração e Emprego Público), António Mendonça Mendes (Assuntos Fiscais), Ana Teresa Lehmann (Indústria) e Miguel João de Freitas (Florestas e Desenvolvimento Rural), Ana Pinho (Habitação).Estas nomeações e respetivas exonerações foram esta quinta-feira divulgadas no portal da Presidência da República após a reunião semanal do chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, com o primeiro-ministro, António Costa.

Lusa

  • A maior remodelação deste governo

    País

    O Presidente da República nomeou esta quinta-feira, por proposta do primeiro-ministro, oito novos secretários de Estado que vão tomar posse esta sexta-feira às 19:30, no Palácio de Belém, segundo uma nota divulgada no portal da Presidência da República.

  • Quem são os novos secretários de Estado
    2:57

    País

    Oito novos secretários de Estado tomam posse esta sexta-feira. António Mendonça Mendes, Eurico Brilhante Dias e Ana Teresa Lehmann são alguns dos nomes que pode conhecer aqui. Foi criado uma nova Secretaria de Estado, a Habitação, que fica a cargo de Ana Pinto.

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.