sicnot

Perfil

País

Marcelo reúne-se hoje com Presidente mexicano Peña Nieto

Henry Romero

O Presidente da República português, que chegou no domingo ao México para uma visita de Estado, vai reunir-se hoje com o seu homólogo mexicano, Enrique Peña Nieto, num momento que considera "muito propício para este encontro".

Em declarações aos jornalistas, na Cidade do México, o chefe de Estado afirmou que "o primeiro grande objetivo" desta sua deslocação aos Estados Unidos Mexicanos, a convite do Presidente Peña Nieto, "é, naturalmente, estreitar as relações económicas".

O Presidente da República voltou a salientar o aumento "muito intenso" da presença empresarial portuguesa neste país, e destacou também o crescimento das exportações de bens portugueses que se tem registado este ano, defendendo: "Há aqui, portanto, uma oportunidade única".

Marcelo Rebelo de Sousa realçou que "não havia uma visita de Estado há 17 anos de um Presidente português ao México, embora o Presidente do México tivesse estado, a convite do Presidente Cavaco Silva, há três anos em Portugal".

O Presidente da República vai ser recebido por Peña Nieto às 12:40 locais (18:40 em Lisboa), no Palácio Nacional, e estão previstas intervenções dos dois presidentes perante a comunicação social, pelas 14:15, seguindo-se um almoço oficial oferecido pelo Presidente do México.

De acordo com Marcelo Rebelo de Sousa, no plano multilateral, "há um interesse do México muito grande no acordo com a União Europeia" que está a ser renegociado, "e Portugal tem sido um defensor desse acordo e da sua conclusão até ao final do ano".

"Depois, há relações culturais que têm vindo a aumentar, mas que podem crescer. A comunidade portuguesa também está a crescer aqui, de umas escassas centenas está a converter-se em vários milhares de portugueses", acrescentou.

"Portanto, é um momento muito propício para este encontro", considerou.

Antes de ser recebido no Palácio Nacional, Marcelo Rebelo de Sousa vai visitar e inaugurar oficialmente as instalações da Mota-Engil, na Cidade do México.

Nessa ocasião, estará com o ex-vice-primeiro-ministro e anterior líder do CDS-PP Paulo Portas, que preside ao Conselho Estratégico desta construtora portuguesa para a América Latina, e é também consultor da petrolífera mexicana Pemex.

Durante a tarde, visitará a Catedral Metropolitana e as ruínas do Templo Mayor, do tempo dos astecas, e à noite terá um encontro com a comunidade portuguesa no México, que se estima que seja composta por cerca de 2500 pessoas.

Questionado sobre a exploração, por subconcessão, da Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) que o anterior executivo PSD/CDS-PP tinha atribuído à empresa mexicana Alsa, mas que o atual Governo do PS reverteu, o chefe de Estado relativizou esse episódio, e considerou que a sua visita contribuirá para que seja totalmente ultrapassado.

"Num determinado momento, isso foi um tema que foi falado - vem, aliás, do tempo anterior à minha tomada de posse como Presidente da República. Mas, felizmente, houve um salto qualitativo, e foi possível ultrapassar essa situação, no sentido, por um lado, de crescer a presença empresarial aqui e, por outro lado, de haver investidores mexicanos interessados em Portugal", começou por responder.

"Mas é evidente que a minha presença aqui vai também, de alguma maneira, representar o último passo na ultrapassagem dessa questão", completou.

Marcelo Rebelo de Sousa vai estar no México até terça-feira, ao início da tarde.

Fazem parte da sua comitiva, nesta visita, o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, a secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, o presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Luís de Castro Henriques, e os deputados Luís Campos Ferreira, do PSD, Edite Estrela, do PS, Nuno Magalhães, líder parlamentar do CDS-PP, e Rita Rato, do PCP.

Lusa

  • Sismo registado esta manhã na região de Lisboa

    País

    Um sismo foi sentido esta manhã na região da Grande Lisboa. O abalo foi registado às 7h44, com epicentro em Sobral de Monte Agraço e magnitude de 4.3, informa o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

    Em atualização

  • "É terrorismo, politiquice e interesse económico"
    0:45

    País

    A situação em Mação, no distrito de Santarém, continua muito complicada para os operacionais e para as populações que tentam combater as chamas. Os populares dizem que é de "lastimar" a aflição que se vive.

  • GNR resgata 45 sírios no mar Egeu
    2:28

    Crise Migratória na Europa

    A Guarda Nacional Republicana já resgatou quase 300 migrantes no mar Egeu, ao largo da Grécia, desde o início de maio. Esta quarta-feira de madrugada, os militares salvaram 45 sírios que tentavam chegar à Grécia numa embarcação de borracha.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.