sicnot

Perfil

País

Incêndio de Oleiros em fase de resolução

O incêndio que começou pelas 15:51 de segunda-feira perto de Cavalinho, na freguesia de Mosteiro, Oleiros, está em fase de resolução, de acordo com a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Na página digital da ANPC, o fogo estava, pelas 4:30, "em resolução", isto é, "sem perigo de propagação para além do perímetro já atingido", mantendo-se no local 296 operacionais, apoiados por 98 meios terrestres.

As chamas fizeram com que, por precaução, tenham sido evacuadas algumas habitações, designadamente das localidades de Roqueirinho e Mosteiro, das quais foram retiradas cerca de duas dezenas de pessoas para a residencial de estudantes da vila de Oleiros, disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Oleiros, Fernando Marques.

Pelas 00:00 de hoje, permaneciam "apenas três pessoas na residencial", tendo as restantes sido acolhidas por familiares, adiantou o autarca.

O combate ao fogo mobilizava, ao final da tarde de segunda-feira, duas centenas de operacionais (mais de 300 ao início da noite), 65 viaturas e quatro meios aéreos.

Com Lusa

  • Incêndio em Oleiros tem perdido intensidade
    2:55

    País

    O número de bombeiros que combatem o fogo em Oleiros, no distrito de Castelo Branco, tem vindo a crescer, sendo já 200. O fogo começou numa zona de pinhal, perto das 16h00 mas a partir das 22h00 tem vindo a perder intensidade, como conta o repórter da SIC no local, Nelson Mateus. 

  • Merkel visita Portugal no final de maio

    País

    A chanceler alemã, Angela Merkel, efetua uma visita oficial a Portugal nos dias 30 e 31 deste mês a convite do primeiro-ministro, António Costa. Com passagem por Braga, Porto e Lisboa.

  • "É pesado dizer a miúdos que ainda ontem os pais estavam a ensinar o atar ténis que vão ficar em prisão preventiva"
    2:49
  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões destes animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Reclusos limpam Ria Formosa
    3:01

    País

    Alguns reclusos do estabelecimento prisional de Olhão estão pela segunda vez a limpar a ilha da Armona, na Ria Formosa. São homens que beneficiam de regime aberto e, em fim de cumprimento de pena, têm com este trabalho uma amostra da liberdade que tanto aguardam.