sicnot

Perfil

País

Regadio do Alqueva vai ser ampliado em 50 mil hectares

Regadio do Alqueva vai ser ampliado em 50 mil hectares

O sistema de regadio da barragem do Alqueva vai ser ampliado em 50 mil hectares. O empréstimo do Banco Europeu de Investimento, que permite avançar com a obra, vai ser assinado ainda este mês. O anúncio foi feito pelo ministro da Agricultura, esta manhã no Parlamento.

"Depois de muitos meses, mais de um ano, de negociação com o Banco Europeu de Investimento (BEI) vai ainda este mês concretizar-se a assinatura do empréstimo de 260 milhões de euros", anunciou o governante, na Assembleia da República.

O empréstimo viabilizará o aumento em 50 mil hectares do regadio de Alqueva e "ainda deixará uma folga financeira de outros 50 milhões, para além do PDR [Programa de Desenvolvimento Rural], a investir noutras áreas do país".

Na sua intervenção inicial na discussão na especialidade do Orçamento do Estado para 2018 (OE2018), na Assembleia da República, o governante notou que uma das apostas da sua tutela é no regadio, "uma resposta muito mais que pertinente neste momento de seca que atravessamos".

Capoulas Santos sublinhou que a eficiência vai nortear o aumento da área, até 2022, da barragem do Alqueva em cerca de 50 mil hectares.

Na audição conjunta com os deputados da Comissão de Orçamento e da Comissão de Agricultura, o ministro destacou haver cerca de 118 milhões de euros de verbas para cofinanciamento do PDR para o próximo ano, "bastante mais do que o objetivo para 2016/2017 que era conseguir 90 milhões para executar plenamente o PDR".

"Iremos começar a tarefa da recuperação da baixa execução de dois anos: de 2014 e 2015. Não só executámos em 100% em 2016, como iremos, seguramente, executar 100% em 2017 e iremos em 2018 executar mais do que esse montante", garantiu. Logo depois, o deputado social-democrata, Nuno Serra, criticou o ministro por fazer muitos anúncios, "muita propaganda", o que foi negado pelo ministro com a pasta da Agricultura.

  • "Portugal não vai ficar sem água se a souber gerir bem"
    10:36

    País

    Portugal mantém-se em situação de seca e o Instituto Português do Mar e da Atmosfera não prevê ocorrência de chuva para os próximos dias. O ministro do Ambiente disse ter escrito aos autarcas para usarem a água com parcimónia, na comissão do ambiente. À SIC Notícias, João Pedro Matos Fernandes garantiu que Portugal não vai ficar sem água "se a souber gerir bem". O ministro disse ainda que é preciso um compromisso de todos perante a situação de seca.

  • Empreendimento do Alqueva abre oportunidades aos jovens agricultores
    3:16

    SIC 25 Anos

    O empreendimento do Alqueva, onde foram investidos mais de 2.500 milhões de euros, está a mudar a face do Baixo Alentejo. Com 120 mil hectares de área regada, é palco para a instalação de novos agricultores e para o surgimento de novas culturas. Henrique e Diogo são a terceira geração Silvestre Ferreira dedicada à agricultura.

  • Défice caiu mais de 2,6 mil milhões de euros até outubro

    Economia

    O défice das administrações públicas foi de 1.838 milhões de euros até outubro, bem abaixo dos cerca de 4.500 milhões de há um ano. É "uma melhoria de 2.664 milhões de euros" em relação ao mesmo período do ano passado, aponta o Ministério das Finanças.

  • O que têm ice tea, colas e leite com chocolate em comum? O PAN explica
    1:36
  • Vodafone Mexefest arranca hoje
    2:29