sicnot

Perfil

País

Despiste de automóvel faz dois mortos no concelho de Palmela

(Arquivo)

Um homem de 27 anos e uma mulher de 23 morreram este domingo no despiste de um automóvel, no concelho de Palmela, distrito de Setúbal, revelaram à agência Lusa fontes dos bombeiros e da GNR.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal indicou que o acidente, cujo alerta foi dado às 17:13, ocorreu ao quilómetro 18 da estrada nacional (EN) 5, entre Rio Frio e Poceirão, no concelho de Palmela.

A fonte da GNR precisou que as vítimas mortais são um homem de 27 anos e uma mulher de 23, que eram os únicos ocupantes da viatura.

Segundo a mesma fonte, por volta das 19:00, a circulação automóvel na zona onde ocorreu o acidente ainda se fazia de forma condicionada.

As operações de socorro envolveram 17 operacionais dos Bombeiros de Pinhal Novo e da GNR, apoiados por sete veículos, alé de uma viatura médica de emergência e reanimação (vmer) do Hospital de Setúbal.

Lusa

  • Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já têm cadastro
    1:59

    Crise no Sporting

    Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já foram condenados por 22 crimes que cometeram no passado, mas nunca nenhum deles cumpriu pena de prisão ou prisão domiciliária. O juiz decretou a prisão preventiva na sequência das agressões à equipa do Sporting por entender que se tratou de um comportamento chocante, terrorista e a perversão do espírito desportivo.

  • Está a pensar ir à praia? Não se esqueça do guarda-chuva
    0:43
  • Abate de animais nos canis proibido a partir de setembro
    1:35

    País

    O abate de animais nos canis passa a ser proibido a partir de setembro. Só em 2017, foram mortos cerca de 12 mil cães e gatos, uma média de um abate por hora. O Governo lançou um programa de incentivos financeiros de um milhão de euros, que ainda está a decorrer.

  • Cabazes solidários oferecidos pelo Governo encontrados no lixo
    0:57
  • Colheita da cereja já arrancou no Fundão
    1:54

    País

    A colheita das primeiras cerejas da época já começou no Fundão. A campanha atrasou um mês em relação a anos anteriores, por causa do inverno que se prolongou, mas os produtores garantem que o fruto é de qualidade.