sicnot

Perfil

País

Marcelo começa hoje a ouvir partidos sobre próximo Orçamento do Estado

O Presidente da República começa hoje a receber os partidos com representação parlamentar para discutir o Orçamento do Estado para 2019 e outros temas que o chefe de Estado considera importantes para o país no imediato e a prazo.

O primeiro partido a ser recebido por Marcelo Rebelo de Sousa no Palácio de Belém, em Lisboa, é o Pessoas-Animais-Natureza (PAN), às 12:00, seguindo-se o Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV) às 13:00.

O chefe de Estado antecipou esta segunda-feira que espera "ouvir os partidos sobre o que é importante para Portugal no imediato e a prazo".

"No imediato, como é que veem o orçamento para o ano que vem, o período que vai até às eleições e até ao termo da legislatura", afirmou.

Sobre os temas a prazo, o Presidente da República deu o exemplo do "quadro financeiro plurianual, investimentos públicos a prazo, o chamado pós-2020", querendo saber como é que os partidos "veem as prioridades no horizonte de 2030".

"É muita matéria, mas teremos oportunidade de voltar a falar. Os encontros são de três em três meses. Haverá agora. Ainda haverá mais ao longo do ano", disse aos jornalistas Marcelo Rebelo de Sousa na passada segunda-feira.

Os encontros com os partidos políticos continuam na quinta-feira com o PCP e o CDS-PP e, na sexta-feira, o chefe de Estado recebe o BE e o PS.

O Presidente da República receberá ainda, no dia 19 de fevereiro, segunda-feira, a nova direção do PSD. Esta audiência tinha sido divulgada logo após a eleição de Rui Rio para a liderança do PSD, no dia 13 de janeiro, numa nota publicada no site da Presidência.

As audiências com os partidos com representação parlamentar acontecem após o chefe de Estado ter recebido os parceiros económicos e sociais.

Lusa

  • Assembleia-geral do Sporting marcada para 23 de junho
    2:57
  • Congresso do PS começa hoje na Batalha

    País

    O 22.º Congresso do PS começa hoje, na Batalha, distrito de Leiria, e durante o qual o secretário-geral, António Costa, deverá defender uma linha de continuidade estratégica, procurando, em simultâneo, projetar desafios estruturais que se colocam ao país.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • Juiz impede acesso a informações bancárias e e-mails de António Mexia
    1:50

    País

    No inquérito crime que investiga a EDP, continua um braço de ferro entre o Ministério Público e o juiz de instrução. O magistrado voltou a negar o acesso a informações bancárias e a e-mails de António Mexia, que constavam dos processos da Operação Marquês e do universo Espírito Santo.

  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC