sicnot

Perfil

  • CNN denuncia venda de escravos na Líbia
    2:06

    Pequenas grandes histórias

    As imagens estão a chocar o mundo. Homens são vendidos como escravos nos arredores de Trípoli, na Líbia, por 1.200 dinares líbios, cerca de 335 euros cada. São apresentados como jovens fortes para trabalhos agrícolas. A CNN assistiu a um leilão e tentou falar com os homens vendidos mas o medo de represálias falou mais alto. As imagens recolhidas pela estação de televisão norte-americana foram entregues às autoridades locais.

  • Governo de Madrid vai pedir esclarecimentos a Barcelona
    2:48

    Mundo

    A situação na Catalunha está num impasse depois do líder do Governo catalão suspender a independência e dar tempo a Madrid para negociar. O Governo catalão garante que não vai esperar muito pela resposta de Madrid. Já esta manhã, Mariano Rajoy diz que antes de tomar qualquer decisão, vai pedir esclarecimentos a Barcelona.

  • Venezuela vai ser expulsa do Mercosul

    Mundo

    A Venezuela vai ser expulsa do Mercosul, a aliança económica constituída por cinco países da América do Sul. Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai decidiram invocar uma cláusula democrática para impor a saída da Venezuela, pelo menos até a democracia estar restabelecida no país.

  • Minista turca detida pelas autoridades holandesas
    0:40

    Mundo

    A ministra turca da Família, Fatma Betul Sayan Kaya, foi impedida, a noite passada, de se deslocar ao consulado turco em Roterdão, na Holanda. Segundo meios de comunicação social, a ministra chegou a ser detida pelas autoridades holandesas para impedir que se dirigisse à multidão.

  • Renas estão a encolher e a perder peso

    Mundo

    As renas estão a encolher e o seu peso diminuiu 12% em 16 anos por causa do aumento das temperaturas, concluiu um estudo da British Ecological Society (Sociedade Ecológica Britânica) feito na Noruega e que apresentado hoje.

  • Djokovic eliminado do Masters de Paris-Bercy

    Desporto

    O sérvio Novak Djokovic foi esta sexta-feira eliminado nos quartos de final do Masters 1000 de Paris-Bercy pelo croata Marin Cilic, deixando o número um do ténis mundial ao alcance de britânico Andy Murray.