sicnot

Perfil

CAPA_SITE_02.jpg

Cartaz

SEGUNDA A SEXTA 16:25

Cartaz

Os destaques de Cannes

Os destaques de Cannes

Ken Loach foi o grande vencedor do Festival de Cannes, com o seu “I, Daniel Blake”. João Lopes destaca alguns dos títulos marcantes do festival, assinalando ainda a estreia nas salas do mais recente filme do francês François Ozon.

Cannes/2016 foi um festival marcado por muitos temas de natureza social, reflectindo algumas crises contemporâneas — o filme vencedor da Palma de Ouro, “I, Daniel Blake”, do inglês Ken Loach, constitui, naturalmente, o primeiro destaque, a par de “la Fille Inconnue”, dos irmãos Dardenne.

Entretanto, nas salas portuguesas estreia-se o trabalho mais recente do francês François Ozon: “Uma Nova Amiga” é uma viagem pelos caminhos insólitos dos desejos masculinos e femininos, fazendo a crítica do romantismo através da adaptação de um conto de Ruth Rendell.

A novidade em DVD também passa pela literatura: Benoît Jacquot propõe uma nova versão de “Diário de uma Criada de Quarto”, de Octave Mirbeau, livro já adaptado por Jean Renoir (1946) e Luis Buñuel (1964) — Léa Seydoux assume o papel central.

* Banda sonora: “O Desprezo” (1963), de Jean-Luc Godard

> “Camille”, Georges Delerue

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite