sicnot

Perfil

Cartaz

Um filme sobre os limites da ciência

Um filme sobre os limites da ciência

João Lopes

João Lopes

Crítico de cinema

As experiências de Stanley Milgram sobre o comportamento humano e a obediência à autoridade são o tema de "Experimenter", uma produção independente americana. João Lopes comenta as novidades da semana, incluindo a reposição do clássico "Dersu Uzala", do mestre japonês Akira Kurosawa.

“Experimenter”, de Michael Almereyda, evoca as polémicas experiências de Stanley Milgram, realizadas no começo dos anos 60 do século passado — é um filme dramático e perturbante sobre os limites técnicos e morais da própria ciência, contando com interpretações de Peter Saarsgard, Winona Ryder e John Leguizamo.

Com Isabelle Huppert a liderar o respectivo elenco, “Histórias de Bairro”, de Samuel Benchetrit encena uma rede de relações humanas em que a solidão é uma componente central — o resultado tem tanto de drama existencial como de comédia de costumes.

Os Jogos Olímpicos de 1936, em Berlim, são evocados em “Race: 10 Segundos de Liberdade”, de Stephen Hopkins. No centro dos acontecimentos está o atleta afro-americano Jesse Owens que, com as suas quatro medalhas de ouro, desafiou a supremacia “ariana” proclamada pelos nazis.

O Verão continua a proporcionar algumas fundamentais reposições. Agora, surge “Dersu Uzala”, de Akira Kurosawa, sobre a relação entre um explorador russo na Sibéria e o seu guia local — um belo filme humanista que, em representação da URSS, arrebatou o Oscar de melhor filme estrangeiro referente a 1975.

O DVD permite-nos reencontrar o trabalho pouco conhecido de Paul Newman como realizador. Assim, acaba de ser editado “A Influência dos Raios Gama no Comportamento das Margaridas” (1972), um

drama no femino protagonizado por Joanne Woodward, mulher de Newman — a inspiração vem de uma peça de Paul Zindel, distinguida com um Pulitzer.

* Banda sonora: “Love Story” (1970), de Arthur Hiller

> Tema de "Love Story", Francis Lai

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.