sicnot

Perfil

Cartaz

Um drama do Irão, uma história universal

CARTAZ CINEMA

Um drama do Irão, uma história universal

O cineasta iraniano Asghar Farhadi continua a filmar histórias dramáticas de casais enfrentando delicadas situações de crise. João Lopes destaca ainda a estreia do novo filme de Jennifer Lawrence e o lançamento em DVD e Blu-ray do documentário de Ron Howard sobre os Beatles.

Depois de “Uma Separação” (2011) e “O Passado” (2013), Asghar Farhadi filma, agora, o drama de um casal de actores que, em Teerão, estão a trabalhar numa encenação da peça “Morte de um Caixeiro Viajante” — “O Vendedor” ganhou os prémios de interpretação masculina (Shahab Hosseini) e argumento (para o próprio Farhadi) no Festival de Cannes.

Morten Tyldum, o norueguês que dirigiu “O Jogo da Imitação” (2014), com Benedict Cumberbatch, surge a assinar uma aventura de ficção científica centrada numa viagem de 120 anos em direcção a uma outra galáxia — “Passageiros” tem Jennifer Lawrence e Chris Pratt como intérpretes principais.

Will Smith, Edward Norton, Kate Winslet, Helen Mirren e Michael Peña integram o elenco de “Beleza Colateral”, uma história de Natal centrada na crise emocional de um profissional da publicidade com dificuldades para enfrentar a morte de alguém muito próximo — A realização é de David Frankel.

Entretanto, no mercado do DVD e Blu-ray, um dos destaques do momento é a edição de “The Beatles – Eight Days a Week”, de Ron Howard, notável documentário sobre o período da década de 60 em que o sucesso dos Beatles passou, muito em particular, pelos concertos nos EUA. Especialmente importante é o trabalho de restauro do som de vários concertos.

Figura central da mais recente produção dinamarquesa, Thomas Vinterberg fez, com “A Comuna”, um drama intimista que é também uma reflexão sobre os limites de uma utopia social — o filme chegou também agora ao mercado do DVD.

* Banda sonora: “The White Diamond” (2004), de Werner Herzog

> “Dan sei dir Gott”, Händel

  • "Quem faz isto sabe estudar os dias e o vento para arder o máximo possível"
    4:15
  • O balanço trágico dos incêndios do fim de semana
    0:51

    País

    Mais de 500 mil hectares de área ardida, 42 vítimas mortais, 71 de feridos, dezenas de casas e empresas destruídas. É este o balanço de mais um fim de semana trágico para Portugal a nível de incêndios florestais.

  • 2017: o ano em que mais território português ardeu
    1:41

    País

    Desde janeiro, houve mais área ardida do que em qualquer outro ano na história registada de incêndios florestais. Segundo dados provisórios do Sistema Europeu de Informação sobre Fogos Florestais, mais de 519 mil hectares foram consumidos pelas chamas até 17 de outubro, o que representa quase 6% de toda a área de Portugal. 

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • O que resta de Tondela depois dos incêndios
    1:07

    País

    O concelho de Tondela é agora um mar de cinzas, imagens recolhidas pela SIC com um drone mostram bem a dimensão do que foi destruído pelos incêndios. Perto 100 habitações principais ou secundárias, barracões, oficinas e stands arderam. 

  • Moradores reuniram esforços para salvar idosos das chamas em Pardieiros
    2:50

    País

    O incêndio de domingo em Nelas fez uma vítima mortal: um homem de 50 anos, de Caldas da Felgueira, que regressava de uma aldeia vizinha, onde tinha ido ajudar a combater as chamas. Em Pardieiros, no concelho de Carregal do Sal, várias casas arderam e uma jovem sofreu queimaduras ao fugir do incêndio. Durante o incêndio, pessoas reuniram esforços para salvar a povoação.

  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.

  • As lágrimas do primeiro-ministro do Canadá

    Mundo

    O primeiro-ministro da Canadá, Justin Trudeau, emocionou-se esta quarta-feira ao falar de um artista que morreu depois de perder uma luta contra o cancro. Gord Downie, vocalista da banda de rock canadiana "The Tragically Hip", faleceu esta terça-feira, aos 53 anos, vítima de um tumor cerebral.