sicnot

Perfil

CAPA_SITE_02.jpg

Cartaz

SEGUNDA A SEXTA 16:25

Cartaz

Jessica Chastain em papel digno de Óscar

Cartaz de Cinema

Jessica Chastain em papel digno de Óscar

João Lopes

João Lopes

Crítico de cinema

Será que Jessica Chastain conseguirá chegar a uma nomeação para o Óscar de melhor actriz com a sua interpretação em “Miss Sloane”? João Lopes comenta as principais estreias da semana, destacando também a reposição de “O Estado das Coisas”, de Wim Wenders, co-produzido por Paulo Branco.

Já nomeada para um Globo de Ouro, Jessica Chastain regressa com um papel digno de uma nova nomeação para um Óscar. Em “Miss Sloane”, ela interpreta uma profissional envolvida nos jogos dos “lobbies” americanos, em particular nos bastidores políticos de Washington — a realização é de John Madden.

O espanhol Albert Serra realizou “A Morte de Luís XIV”, numa co-produção a que está ligada a empresa portuguesa Rosa Filmes: um retrato íntimo dos derradeiros dias do Rei Sol, interpretado por Jean-Pierre Léaud, actor lendário do cinema francês.

Ben Affleck volta a assumir funções de realizador em “Viver na Noite”, uma história de gangsters no período da Lei Seca, inspirada num romance de Dennis Lehane — além do mais, Affleck é ainda o actor principal e responsável pelo argumento.

As reposições de clássicos começam a acontecer logo no arranque do ano: “O Estado das Coisas” (1982), de Wim Wenders, aí está em cópia restaurada — uma história nostálgica sobre uma equipa de cinema a quem falta a película para continuar a filmar; foi, em grande parte, rodado em Portugal.

* Banda sonora: “New York, New York” (1977), de Martin Scorsese

> “New York, New York”, Liza Minnelli

  • "Não vou ceder, não vou render-me, não vou desistir da candidatura"
    2:02
  • Obama, Presidente francês?
    1:55

    Mundo

    A resposta é óbvia, mas não demoveu quatro franceses, descontentes com os candidatos às Presidenciais no seu país. A ideia começou como brincadeira, mas já recolheu 43 mil assinaturas. 

  • Trump apanhado a ensaiar no carro
    1:08
  • Mulheres democratas de branco para mostrar que não abdicam dos diretos conquistados

    Mundo

    Uma "mancha branca" sobressaiu esta terça-feira no Congresso norte-americano, durante o primeiro discurso de Donald Trump. A maioria das 66 mulheres representantes e delegadas do Partido Democrata vestiram-se de branco, num ato simbólico a fazer recordar o movimento sufragista feminino, que encorajava as apoiantes a vestirem-se de branco. Tal como então, a cor da pureza foi agora recuperada, desta feita para mostrar a Trump que as mulheres não abdicam dos direitos conquistados no início do século XX.

  • Treinador do "The Biggest Loser" teve ataque cardíaco

    Mundo

    Foi o próprio Bob Harper que partilhou a notícia no seu Instagram. O ex-treinador do famoso programa de televisão sofreu um ataque cardíaco enquanto treinava no ginásio. Esteve oito dias internado mas, felizmente, já está em casa a recuperar.

  • Prisões recebem manual para lidar com fugas
    2:07

    País

    O Governo vai fazer o maior investimento de sempre nos serviços prisionais. São 2.600 milhões de euros para reforçar a segurança nas prisões. Entretanto. já foi distribuído um manual de procedimentos em caso de fuga.