sicnot

Perfil

CAPA_SITE_02.jpg

Cartaz

SEGUNDA A SEXTA 14:30

Cartaz

Recordando o génio dos irmãos Lumière

Recordando o génio dos irmãos Lumière

João Lopes

João Lopes

Crítico de cinema

O trabalho de Louis e Auguste Lumière, os criadores do cinematógrafo, em finais do século XIX, é recordado no filme "Lumière!". João Lopes destaca também a reposição de “O Sabor da Cereja”, de Abbas Kiarostami, recordando ainda a edição em DVD de “Nunca Me Deixes”, de Mark Romanek, baseado num romance do Nobel da Literatura, Kazuo Ishiguro.

O génio dos irmãos Lumière não nos legou apenas a invenção técnica do cinema. O filme “Lumière!” devolve-nos as memórias das muitas dezenas de pequenos filmes (de 50 segundos de duração) que registaram entre 1895 e 1905 — uma colecção de preciosidades organizada e comentada por Thierry Frémaux, presidente do Instituto Lumière e programador do Festival de Cannes.

Com “Os Fantasmas de Ismael”, o francês Arnaud Desplechin retrata a vida de bastidores de um realizador de cinema — uma viagem quase auto-biográfica com um elenco liderado por Mathieu Amalric, Marion Cotillard e Charlotte Gainsbourg.

Baseado num “best-seller” de Deborah Moggach, “A Febre das Túlipas” evoca Amsterdão em meados do século XVII através da odisseia de um rico comerciante que encomenda um retrato da sua mulher. Com Christoph Waltz e Alicia Vikander, a realização pertence a Justin Chadwick.

Foi em 1997 que o iraniano Abbas Kiarostami arrebatou a Palma de Ouro de Cannes com “O Sabor da Cereja” (“ex-aequo” com “A Enguia”, de Shohei Imamura). Nele se conta a história dramática de um homem que, ao decidir suicidar-se, tenta garantir que alguém o irá sepultar numa campa condigna — vinte anos depois, a reposição de “O Sabor da Cereja” ocorre em cópia restaurada.

Em termos cinematográficos, a obra de Kazuo Ishiguro, há dias consagrado com o Nobel da Literatura, é sobretudo

conhecida através de “Os Despojos do Dia” (1993), de James Ivory. Mas importa não esquecer “Nunca Me Deixes” (2010), adaptado de outro dos seus romances, neste caso com realização de Mark Romanek, um talento que vem da área dos telediscos. Com Carey Mulligan, Andrew Garfield e Keira Knightley, “Nunca Me Deixes” é uma bela e perturbante parábola sobre a liberdade individual — entre nós, nunca chegou às salas escuras, mas foi editado em DVD.

* Banda sonora: “Detroit” (2017), de Kathryn Bigelow

> “Heaven Must Have Sent You”, The Elgins

  • A inédita entrevista do príncipe Harry a Barack Obama
    0:47

    Mundo

    Foi divulgado um vídeo pouco habitual, onde aparece o príncipe Harry a entrevistar Barack Obama para um programa de rádio. A conversa foi gravada em setembro, durante um evento desportivo para militares com deficiência, e será transmitida na íntegra no dia 27 de dezembro.

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01
  • Primeiro-ministro assume desafio de "reconstruir e preparar o futuro"
    3:01
  • Nova troca de acusações entre Rui Rio e Santana Lopes
    2:28

    País

    Pedro Santana Lopes disse este domingo, na apresentação do programa de candidatura, que enquanto uns descem, ele sobe o nível do debate, na corrida à liderança do PSD. Foi a resposta às críticas de Rui Rio, que o acusou de não saber o que quer e de continuar a fazer trapalhadas.