sicnot

Perfil

2ª FEIRA APÓS JORNAL DA NOITE

E se fosse consigo?

E se fosse consigo?

Da autoria da jornalista Conceição Lino, testa a capacidade de intervenção dos portugueses na defesa do outro, a partir de situações ficcionadas. Até que ponto dizemos não à intolerância, ao preconceito, à violência?

  • E Se Fosse Consigo? - As Reações
    35:33
  • O preconceito com os transexuais 
    4:40

    E se fosse consigo?

    O próximo episódio do programa da SIC, E Se Fosse Consigo?, aborda segunda-feira a transfobia, o preconceito em relação a pessoas transexuais. A modelo Teddy Quinlivan decidiu revelar este ano que é transexual devido ao clima político que se vive nos Estados Unidos. No Reino Unido, os pais retiraram uma criança de 6 anos da escola porque na mesma turma existia uma colega transexual. Do outro lado do Atlântico está o Brasil, o país onde mais transexuais são assassinados, só no ano passado foram 144 vítimas. 

    E se fosse consigo?

  • O que é ser um bom pai, uma boa mãe?
    1:39

    E se fosse consigo?

    O que é ser um bom pai, uma boa mãe? Ouvimos crianças, entre os 8 e os 13 anos, que vivem institucionalizadas. Foram retiradas às famílias por diversos tipos de maus tratos. Quando se lhes pergunta como é que os pais devem fazer aos filhos, elas dão a resposta.

  • "Mãe Paula" orgulhosa do trabalho nas Aldeias SOS
    2:46

    E se fosse consigo?

    Ana Paula Quintela, a mãe Paula, como carinhosamente é tratada, diz sentir um orgulho enorme no trabalho que faz como mãe de acolhimento das Aldeias SOS. Receber e cuidar de meninos retirados às famílias biológicas, que vêm de situações muito complicadas, é um desafio que precisa de uma entrega muito grande. Não se pode desistir. Para Ana Paula Quintela, é preciso crescer com eles. Dar passos em frente. Retomar o caminho, quando há recuos. “Têm de ser pessoas livres, não têm de depender de nada nem de ninguém”.

  • “Uma criança que tenha vivido em sofrimento e em dor continuada nunca será um adulto saudável”
    5:09

    E se fosse consigo?

    João Redondo, médico psiquiatra do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, considera que “uma criança que tenha vivido em sofrimento e em dor continuada nunca será um adulto saudável”. O psiquiatra cita mesmo um estudo que diz que uma pessoa que tenha sofrido mais de seis eventos traumáticos na infância pode vir a ter menos vinte anos de vida. Para João Redondo, é preciso reequacionar o tempo de se ser família. Ser família só nas férias, não chega.

  • “Por que não tive uma família?”
    6:07

    E se fosse consigo?

    Sabina Ventura sabe a resposta, mas ainda lhe doem as razões. Ainda tentou, teve esperança, mas quando a mãe tornou a falhar desistiu. Acabou por ter a família que desejou na instituição que a acolheu. Sabina ganhou três mães. A última foi a mãe Paula, que a acompanhou até sair da instituição e é a mão amiga em que ainda hoje se apoia. A porta aberta a que sempre regressa.

  • Pais que maltratam filhos “são criminosos que deviam estar presos”
    6:21

    E se fosse consigo?

    “Os miúdos chegam sempre muito assustados, muito inseguros, vê-se pelo olhar que muitos deles não sabem o que lhes está acontecer”. Mário Baudouin, diretor técnico das Aldeias SOS, diz que todos tiveram uma história dramática. Os mais marcados terão dificuldade em ter uma vida feliz. Revolta-o a irresponsabilidade dos pais que maltratam os filhos. “São criminosos que deviam estar presos”, pensa muitas vezes.

  • Atrizes falam da indiferença das pessoas ao verem uma criança a ser mal tratada
    2:08

    E se fosse consigo?

    O último programa "E Se Fosse Consigo?" abordou os maus-tratos a crianças. Para recriar uma situação em que uma mãe maltrata a filha em público, foi preciso contar com a participação de duas crianças. Depois das gravações, em que a maioria das pessoas não interferiu para acabar com a agressividade da mãe, as jovens atrizes falaram sobre a indiferença dos que passaram, inclusive de um ex-ministro.

    E se fosse consigo?