sicnot

Perfil

perdidos e achados.png

Perdidos e Achados

SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

Perdidos e Achados

YouTube - 10 anos

Passou uma década desde que foi criada a mais conhecida das plataformas de vídeos na internet.

Hélio Catarino ficou famoso a cair de skate e hoje dedica-se à cozinha.

Hélio Catarino ficou famoso a cair de skate e hoje dedica-se à cozinha.

Em menos de um ano Ruben Valle fez um filme para o YouTube e passou para os cinemas.

Em menos de um ano Ruben Valle fez um filme para o YouTube e passou para os cinemas.

Em 2008 Mia Rose foi uma das pioneiras do YouTube em Portugal e começou uma carreira na música.

Em 2008 Mia Rose foi uma das pioneiras do YouTube em Portugal e começou uma carreira na música.

Diogo Sena é hoje um dos vloggers mais conhecidos e ganhou fama graças a um vídeo colocado no YouTube.

Diogo Sena é hoje um dos vloggers mais conhecidos e ganhou fama graças a um vídeo colocado no YouTube.

O YouTube é hoje um agregador de canais que já rivaliza com a televisão convencional.
Em 10 anos, foram vários os portugueses que ganharam fama através do YouTube.
No Perdidos e Achados vamos ao encontro de Hélio Catarino, Ruben Valle, Mia Rose e Diogo Sena, quatro nomes que saltaram do anonimato através da internet.
Os 10 anos do YouTube, este sábado, no Jornal da Noite

Jornalista - Rui Pedro Reis
Repórter de Imagem - Pedro Góis
Edição de Imagem - Ana Rita Sena​
Produção - Cláudia Araújo, Madalena Durão
Coordenação - Maria João Ruela
Direção - Alcides Vieira
  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Embaixador do Bangladesh pede ajuda aos portugueses no caso dos rohingya

    Mundo

    O embaixador do Bangladesh em Lisboa pediu esta sexta-feira aos portugueses que ajudem a resolver o problema dos rohingya. Desde o final de agosto, mais de 400 mil pessoas desta minoria muçulmana fugiram de Myanmar, a antiga Birmânia. O Bangladesh já tinha acolhido outros 400 mil refugiados e vê-se agora a braços com esta crise migratória. Pede por isso a Portugal que pressione Myanmar para aceitar de volta e em segurança os rohingya.