sicnot

Perfil

perdidos e achados.png

Perdidos e Achados

SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

Perdidos e Achados

"Aldeia da Luz"

As comportas da barragem do Alqueva encerraram em 2002. A água invadiu vastas áreas do Alentejo e criou o maior lago artificial da Europa.

A barragem do Alqueva, é um dos maiores projectos nacionais. Potenciou o regadio no alentejo e aumentou a capacidade energética. Mas tambem provocou o desaparecimento de uma aldeia: A aldeia da Luz

A barragem do Alqueva, é um dos maiores projectos nacionais. Potenciou o regadio no alentejo e aumentou a capacidade energética. Mas tambem provocou o desaparecimento de uma aldeia: A aldeia da Luz

Em tempos houve terras cultivadas e uma outra aldeia, cheia de gente, onde agora é só água.

Em tempos houve terras cultivadas e uma outra aldeia, cheia de gente, onde agora é só água.

O progresso trouxe o regadio, investimentos na agricultura e melhoria no abastecimento de água às populações.

Mas a grande inundação, também arrasou completamente uma aldeia: A aldeia da Luz

Mais de 400 pessoas foram obrigadas a sair, todas as casas e edifícios públicos tiveram que ser demolidos.

Uma nova aldeia foi construída á imagem da antiga, dois quilómetros mais á frente, numa cota mais elevada para evitar a aproximação da água

A população mudou-se, a Luz foi inaugurada com pompa e circunstância pelo então primeiro-ministro Durão Barroso, mas 13 anos passados os luzenses sentem que deixaram na velha aldeia a alma da comunidade.

No Perdidos e Achados regressámos á aldeia da luz, para sentir o pulso de uma população perdida no interior alentejano, e revisitamos o local, agora invadido pela água, onde em tempos existiu um povoado.

 

Jornalista: Isabel Osório

Repórter de imagem: José Silva

Edição de imagem: Ricardo Tenreiro

Produção: Cláudia Araújo, Madalena Durão

Coordenação: Maria João Ruela