sicnot

Perfil

perdidos e achados.png

Perdidos e Achados

SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

Perdidos e Achados

Santo Rali

No Perdidos e Achados recordamos o aparatoso acidente no rali de Portugal de 1986. O despiste de Joaquim Santos, que provocou a morte de três pessoas, feriu mais de trinta, e marcou o princípio do fim de uma época gloriosa do desporto automóvel.

O despiste do carro de Joaquim Santos no rali de Portugal de 1986 marca o principio do fim de uma época gloriosa do desporto automóvel.

O despiste do carro de Joaquim Santos no rali de Portugal de 1986 marca o principio do fim de uma época gloriosa do desporto automóvel.

Alexandre Dâmaso foi um dos 33 feridos do aparatoso acidente.

Alexandre Dâmaso foi um dos 33 feridos do aparatoso acidente.

O Rali de Portugal era considerado o melhor do mundo. Recheado de espectadores e com um traçado elogiado por todos os pilotos

Naquele tempo as provas eram disputadas pelos automóveis mais velozes de sempre: os carros do Grupo B.

Automóveis potentes e revolucionários que atraiam milhares de espectadores às provas.

O público corria risco de vida para ver e aproximar-se das super máquinas. Os pilotos conduziam no fio da navalha.

Dizia-se na gíria que existia em Portugal o "Santo Rali", protetor da prova, até então.

Este sábado, a poucos dias do início de mais uma prova do rali de Portugal, recuperamos os testemunhos que descrevem um dia negro, mas também retratam uma época marcante da modalidade.

Jornalista: Isabel Osório

Repórter de Imagem: Pedro Cardoso

Edição de imagem: Tiago Martins

Produção: Madalena Durão

Coordenação: Luís Marçal

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.