sicnot

Perfil

playoff-logo.png

Play-Off

DOMINGO 22:00

Play-Off

O golo de Jonas em análise no Play-Off

O golo de Jonas em análise no Play-Off

A vitória por um golo do Benfica no Bessa foi um dos temas principais do programa Play-Off, ontem à noite, na SIC Notícias. João Alves reconheceu que o golo de Jonas só está ao alcance dos grandes jogadores de futebol. Segundo Rui Santos, o jogador voltou a ser decisivo e a luta pelo título vai durar até ao fim do campeonato. Já Rodolfo Reis declara que o resultado acabou por ser injusto para as duas equipas, visto não ter sido um bom jogo. Augusto Inácio diz que o Benfica teve a sorte do jogo quando marcou o golo aos 93 minutos. Um golo decisivo para levar o Benfica novamente ao primeiro lugar no campeonato.

  • Liga NOS: Benfica vence Boavista e segura liderança
    4:50

    Edição da Manhã

    Mário Fernando, editor de desporto da TSF, esteve na Edição da Manhã de hoje para analisar a difícil vitória do Benfica no Bessa (1-0), conseguida com um golo de Jonas já em período de compensação. Com este resultado e após 27 jornadas disputadas, os encarnados continuam na liderança da Liga NOS, com mais 2 pontos que o Sporting e 6 que o FC Porto.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.