sicnot

Perfil

Grande Reportagem SIC

Grande Reportagem: Somos o que comemos

HOJE NA SIC

As doenças que mais matam em Portugal estão associadas, cada vez mais, a uma alimentação desequilibrada.A má alimentação mata mais do que o tabaco, o álcool ou o consumo de drogas. Sabe quanto açúcar e quanto sal põe, diariamente, no prato dos seus filhos?

Na receita da má alimentação, o açúcar é um ingrediente que ganhou peso. Usado pela indústria alimentar para intensificar sabores e prolongar prazos de validade, muito desse açúcar é invisível para os consumidores.

Crianças e adolescentes estão particularmente expostos. A maioria dos produtos destinados a crianças é especialmente açucarada e muitos pais desconhecem a quantidade de açúcar -- e de sal -- presente nos produtos de consumo diário.

Os reflexos na saúde são alarmantes: doenças como diabetes, hipertensão, colesterol elevado e obesidade - antes associadas a adultos e idosos - são cada vez mais frequentes nas consultas de pediatria.

A incidência de diabetes tipo 2 aumentou 80 % na última década em Portugal. Há 160 novos casos de diabetes por dia. Quase metade dos portugueses sofre de hipertensão. Morrem 33 pessoas por dia vítimas de AVC em Portugal.

60% da população tem peso a mais: 2 milhões de portugueses sofrem de obesidade. Mais de 4 milhões são pré-obesos.

Os custos destas doenças, quase sempre preveníveis, estão a asfixiar o Serviço Nacional de Saúde. Mas o investimento em prevenção é residual.

Médicos, nutricionistas, investigadores, professores, pais e filhos mostram-lhe também, na Grande Reportagem SIC, como está nas mãos de cada cidadão prevenir a doença e melhorar a sua própria saúde.

Para ver no Jornal da Noite, esta quinta-feira - e em versão interativa, com conteúdos extra exclusivos, nos sites da SIC, do Expresso, da Visão e da Activa.

SAIBA MAIS

Visão: "O açúcar é o maior veneno que damos às crianças."

Activa: "A prevenção da diabetes, do cancro ou das doenças cardiovasculares começa na barriga da mãe”

FICHA TÉCNICA

Jornalista: Miriam Alves

Repórter de Imagem: Filipe Ferreira

Edição de Imagem: Marco Carrasqueira

Edição de Imagem conteúdos interativos: Ricardo Tenreiro

Grafismo: Alexandre Ferrada

Iluminação: Bruno Godinho

Assistente de iluminação: André Gaspar

Imagens de estúdio: Nuno Marques e Filipe Ferreira

Colorista: José Dias

Pós-produção áudio: Octaviano Rodrigues

Produção Editorial: Diana Matias

Coordenação: Cândida Pinto

Direção: Rodrigo Guedes de Carvalho; Alcides Vieira

  • Jovem que morreu numa estância de esqui em Espanha sofreu um aneurisma
    1:26
  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira